Blog

CRCGO ministra palestra sobre ‘Prestação de Contas para o Terceiro Setor’ durante Trilhas do Conhecimento da OVG

WhatsApp-Image-2023-11-21-at-18.04.52
Destaques / Noticias

CRCGO ministra palestra sobre ‘Prestação de Contas para o Terceiro Setor’ durante Trilhas do Conhecimento da OVG

Com o tema “Manual de Práticas Contábeis: Prestação de Contas para o Terceiro Setor”, o coordenador da Comissão do Terceiro Setor do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRCGO), José Ricardo Xavier, palestrou na Capacitação das Entidades Sociais. O evento realizado nesta terça-feira (21/11), foi promovido pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), e faz parte do Plano de Capacitação e Assessoramento 2023 das Entidades Sociais – denominado Trilhas do Conhecimento.

A abertura foi realizada pelo vice-presidente do CRCGO, Henrique Ricardo Batista que aproveitou a ocasião para reforçar a importância da destinação do Imposto de Renda Solidário. O vice-presidente lembrou da possibilidade da destinação de parte do IR aos Fundos de Direitos da Criança, Adolescente e dos Idosos, no qual pessoas físicas podem destinar até 6% do IR a ser declarado, dividindo 3% para cada um dos fundos.

“As destinações do Imposto de Renda são de extrema importância e contribuem para transformar a realidade de pessoas carentes em todo o país. Essa é uma efetiva ação de cidadania que interfere direta e positivamente na realidade social e que o Conselho Regional de Contabilidade tem o compromisso de incentivar, divulgar e orientar”, declarou.

Em 2023, Goiás foi o terceiro Estado que mais mobilizou contribuintes a ajudar projetos com foco assistencialista por meio das destinações do IRPF. O Estado arrecadou neste ano mais de R$ 15,14 milhões para os Fundos de Direito. Esse valor representa um aumento de 64,14% no percentual de doações em comparação a 2022. “A destinação para os Fundos dos Direitos é feita diretamente pelo Programa Gerador de Declaração (PGD), sem ônus para o contribuinte e sujeitas à fiscalização do Ministério Público”, explicou.

Na sequência, o coordenador da Comissão, José Ricardo Xavier deu início ao treinamento e afirmou que o intuito foi o de esclarecer quanto a importância de compreender os mecanismos que contribuem para a transparência e para o controle, especialmente quando isso envolve gasto público. “Se tem uma premissa que todo gestor deve ter, é a de gastar bem o dinheiro público. E os mecanismos para visualização e qualidade deste gasto é feito e instrumentalizado muitas vezes  pelos profissionais de contabilidade, com a supervisão dos órgãos de controle”, pontuou.

José Ricardo reforçou que a contabilidade dessas organizações é um instrumento importantíssimo para a fiscalização, controle dos recursos públicos que são repassados para essas entidades. Na ocasião, ele também apresentou o Manual de Práticas Contábeis do Terceiro Setor. “Esse manual surge como um contributo para orientação dos contadores e contadoras, e de toda a classe contábil na elaboração das demonstrações contábeis das organizações, para que elas atendam as melhores práticas”, destacou.

A gerente de Voluntariado e Parcerias Sociais da OVG, Ingrid Rocha Araujo reforçou a parceria com o CRCGO e que a contabilidade é uma ferramenta de extrema importância que contribui para dar transparência às entidades. “Esses resultados transformam-se em benefícios tanto para as instituições quanto para a sociedade. É que bom que podemos contar com o Conselho para tirar nossas dúvidas e nos auxiliar neste assunto tão importante”, acrescentou.

Participaram também, a chefe de Gabinete do CRCGO, Priscilla Rodrigues, o integrante da Comissão do Terceiro Setor do CRCGO, Jorge Nunes Peixoto, além de representantes de instituições e associações, profissionais contábeis e a sociedade em geral.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada
Comunicação CRCGO, Thaillyne Rodrigues

plugins premium WordPress
Abrir chat
1
Precisa de ajuda ?
CRCGO
Olá, posso te ajudar?