Governo de Goiás disponibiliza R$ 500 milhões em linhas de financiamento para contabilistas, MEI e empresas de pequeno e médio porte

O Governo do Estado de Goiás disponibilizou, a partir de 23 de março, R$ 500 milhões por meio da GoiásFomento e do Banco do Brasil, via Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), em linhas de financiamento para empresas de pequeno e médio porte, assim como para microempreendedores individuais (MEI) e microempresas. A carência é de 6 a 12 meses e o prazo para o pagamento de 24 meses e o governo ainda vai disponibilizar a criação de um Fundo de Aval para facilitar o crédito.

Dentre as linhas de crédito, uma destina-se especialmente para os profissionais da Contabilidade para investimento e giro. O objetivo é dar suporte financeiro aos negócios, neste momento em que o combate à propagação do novo coronavírus obriga a maioria da população a adotar o isolamento social, com reflexos diretos na economia.

Outras linhas de crédito são GoiásFomento Turismo Capital de Giro, para bares, restaurantes, empresas organizadoras de eventos, hotéis e pousadas que participem do Simples, estejam no Cadastur e façam parte das 79 cidades que integram o mapa de Turismo do Estado. O Microcrédito Produtivo Pessoa Jurídicas (PJ) se destina ao microempreendedor individual (MEI), microempresas e pessoas físicas de segmentos específicos, como profissionais liberais, desde que estes tenham renda bruta de até R$ 360 mil por ano. Outra modalidade é o Microcrédito Produtivo Pessoa Física (PF), voltado para a pessoa física que trabalha com prestação de serviços. O CredFomento atende microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas.

A GoiásFomento opera ainda o FCO Capital de Giro Dissociado, para MEI, micro, pequenas e médias empresas. Os valores disponíveis por modalidade de crédito são os seguintes: Turismo Capital de Giro, de R$ 10 mil a R$ 50 mil; Microcrédito Produtivo PJ, de R$ 1 mil a R$ 21mil; Microcrédito Produtivo PF, de R$ 1 mil a R$ 15 mil; CrediFomento, de R$ 21 mil a R$ 80 mil; e FCO Capital de Giro Dissociado, de R$ 10 mil a R$ 30 mil.

Cartilha GoiásFomento

Fonte: Assessoria de Imprensa CRCGO – Camila Pedroso

Rua 107 nº 151 - Setor Sul
CEP: 74.085-060 - Goiânia - GO
Horário de atendimento:
8h às 18h
Tel: (62) 3240-2211