CRCGO e Sescon – Goiás solicitam ao governador do Estado, Ronaldo Caiado, e a Secretaria de Economia para que os impostos ICMS (normal e no Simples Nacional) e o DIFAL sejam prorrogados e para que os escritórios contábeis fiquem abertos por se tratarem de serviço essencial, mesmo que seja de trabalho interno

O Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRCGO) e o Sescon – Goiás protocolaram, no dia 26 de março, um ofício ao governador do Estado, Ronaldo Caiado, e a Secretaria da Economia, solicitando que os escritórios de Contabilidade fiquem abertos por se tratarem de um serviço essencial para a sociedade, dependem do contador as empresas que ainda estão abertas e as empresas que fecharam,  visto que é necessário a continuidade do trabalho destes profissionais para o cumprimento das obrigações acessórias, serviços contábeis,  apuração de impostos, execução de folha de pagamento (férias, rescisões, etc), dentre outros.

Desse modo, foi pleiteado que haja uma alteração do decreto ou sensibilização por parte da Polícia Militar do Estado de Goiás para que os empresários contábeis possam manter os escritórios abertos, ou com atendimento interno, sem atendimento ao público, seguindo sempre os protocolos de saúde do Ministério da Saúde.

O CRCGO e Sescon – Goiás aproveitaram ainda a oportunidade para solicitar mais uma vez a prorrogação do recolhimento do ICMS normal e no Simples Nacional e DIFAL, considerando o fato de que o Governo Federal já prorrogou a parte que lhe cabe. Por fim, as entidades pleitearam a prorrogação do pagamento dos tributos por, no mínimo, 60 (sessenta) dias.

Confira abaixo o ofício.

Protocolo Governo

 

Fonte: Assessoria de Imprensa CRCGO – Camila Pedroso

Rua 107 nº 151 - Setor Sul
CEP: 74.085-060 - Goiânia - GO
Horário de atendimento:
8h às 18h
Tel: (62) 3240-2211