Presidente do CRCGO concede entrevistas sobre prazo para adesão ao Simples Nacional

O micro e pequeno empresário que saiu do Simples Nacional tem até o dia 31 de janeiro para fazer a regularização, que deve ser realizada no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br). O Simples Nacional reúne em uma só guia oito impostos, o que torna mais prático o dia a dia da micro e pequena empresa.

O presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás, Rangel Francisco Pinto, concedeu uma entrevista no dia 04 de janeiro para a TV Anhanguera, e no dia 05 de janeiro esclareceu dúvidas para a Rádio CBN, ocasião em que apontou que todas as empresas que possuem débitos na Receita Federal, prefeitura, governo estadual ou INSS devem se regularizar para então aderirem ao Simples. “Uma vez que se perde o prazo, somente em 2020 para fazer a adesão. A empresa que fica fora do Simples terá que optar pelo Lucro Real ou Lucro Presumido, e dependendo do caso os impostos podem aumentar bastante”, alertou.

Rangel Francisco reforçou a importância de se fazer um planejamento tributário com um profissional da Contabilidade para saber se é vantagem ficar dentro ou fora do Simples. “Geralmente para as micro e pequenas empresas, ficar dentro do Simples Nacional é mais vantajoso”, completou.

Assista ao vídeo da entrevista

Ouça a entrevista concedida na Rádio CBN

Fonte: Assessoria de Imprensa CRCGO – Izadora Louise

Rua 107 nº 151 - Setor Sul
CEP: 74.085-060 - Goiânia - GO
Horário de atendimento:
8h às 18h
Tel: (62) 3240-2211
Fax: (62) 3240-2636